PNL, O QUE É?

A Programação Neurolinguística (PNL) oferece um modelo que ajuda a entender melhor como o ser humano pensa, age e se comunica, para que cada um seja capaz de identificar e aproveitar suas capacidades para alcançar os resultados que deseja.


Trata-se de uma das mais eficazes ferramentas de mudança comportamental, reconhecida em todo o mundo como a fórmula da excelência humana.


Algumas pessoas costumam dizer ainda que a PNL é como um "manual de instruções" para a nossa mente.


O nome Programação Neurolinguística resume os três pontos complexos que são estudados pela disciplina. O "Neuro" remete à mente, onde processamos nossas experiências por meio dos cinco sentidos. "Linguística" refere-se à linguagem ou a outras formas de comunicação não verbais. Por fim, o termo "Programação" pode ser entendido como uma comparação entre a mente humana e um computador. O cérebro seria o hardware, enquanto os pensamentos e o comportamento, o software, programa que define como o computador interpreta os dados recebidos. Com a PNL, é possível "reprogramar" o cérebro, ensinando a ele novos caminhos e retirando falhas de programação geradas no passado.


 Como surgiu


 As técnicas da PNL foram desenvolvidas na Universidade da Califórnia, na década de 1970, pelos norte-americanos Richard Bandler e John Grinder.

Analisando pessoas consideradas bem sucedidas em suas áreas de atuação, os dois identificaram de que forma elas agiam para ultrapassar obstáculos e assim chegar aos resultados desejados. A partir dessa conclusão, a dupla decodificou a maneira como essas pessoas elaboravam seus objetivos até conseguirem a solução desejada e como era estruturada a estratégia desse processo de pensamento.


Bandler e Grinder também compreenderam como essas pessoas conseguiam superar suas limitações para potencializar suas qualidades e recursos intelectuais.

Os principais fatores que as levavam a resultados excelentes eram a capacidade de tomar decisões e, principalmente, a habilidade para se comunicar. Com essas conclusões, a dupla passou a testar o uso dos mesmos padrões por outras pessoas, descobrindo que era possível modelar estratégias bem sucedidas para alcançar resultados semelhantes na vida profissional e pessoal.

PNL não tem nada a ver com convencer pessoas, embora quem domina algumas técnicas desenvolvidas com base nos conhecimentos de PNL podem se aprimorar nesta "arte".

Quando uma pessoa percebe os benefícios começa então a incluir no seu comportamento diário estes conhecimentos. Eu, particularmente utilizo PNL em praticamente todos os atendimentos, pois me ajuda a conhecer melhor meus clientes e facilita muito a aplicação de outras técnicas.

Atendimentos presenciais:  Rua 4 de agosto, 103h - Saúde - São Paulo/SP - próx metrô Pça da Árvore

                                              

 (11) 99976-3050   

rosangela@harmonizesevivafeliz.com.br

BOM É SER FELIZ POR INTEIRO. INFELIZ OU MEIO FELIZ NÃO FAZ BEM PARA NINGUÉM

© 2017 by Rosangela Cotroni Valenti - CRTO 1764 - os atendimentos aqui propostos não dispensam o tratamento médico